Home

Projeto CEPID

Propõe-se a criação de um centro de matemática, integrando modelagem matemática com pesquisa básica e aplicada na fronteira da neurociência. A proposta responde à crescente importância da matemática na neurociência teórica. Importante motivação para a criação do centro é a grande quantidade de dados que os laboratórios de pesquisas são capazes de gerar atualmente e cuja análise depende de novos modelos matemáticos. Também, o desenvolvimento de linguagem e estruturas matemática adequadas é essencial para desenvolver teorias explicando os fatos experimentais e sugerindo predições que possam ser testadas.

A neurociência vive atualmente uma situação de desequilibrio, entre uma grande capacidade de produzir dados experimentais e uma insuficiente capacidade de compreensão teórica. Ela é rica em dados, porém pobre em teoria. A matemática é a chave para fazer a ponte entre dados e explicação. O projeto visa construir um centro de pesquisa avançada em neurociência teórica, reunindo uma equipe de ponta composta de matemáticos, cientistas da computação, neurocientistas e clínicos especialistas em reabilitação.

A estrutura de pesquisa do centro foi desenhada para atender várias condições.

i. Não se limitar a uma área particular da matemática. Isso explica as diferentes especialidades dos matemáticos da equipe.

ii. Desenvolver modelos que contribuam para a compreensão dos fatos experimentais, em vez de simplesmente fazer descrições fenomenológicas. Quer-se um real entendimento e capacidade de predição. Isso exige uma colaboração com especialistas nas áreas aplicadas da neurociência. Por isso a equipe tem especialistas em registro de dados neurais, junto com especialistas em doenças neurológicas.

iii. Deve produzir algoritmos e procedimentos eficientes, que possam ser usados e confrontados aos dados. Por isso na equipe há cientistas da computação.

iv. Deve levar ao desenvolvimento de produtos utéis aos profissionais da área médica e saúde pública. Assim há na equipe especialistas em neuro-reabilitação e políticas públicas para pacientes que sofreram AVC.

O foco do plano de transferência de tecnologia e inovação do projeto é o desenvolvimento de produtos para a saúde pública em neuro-reabilitação. Isso inclui a criação e análise de uma base de dados para o suporte ao diagnóstico clínico e acompanhamento de pacientes. O plano de difusão do conhecimento inclui a criação de cursos e oficinas destinados a estudantes de todos os níveis e professores de escolas públicas.

Acessar


Esqueceu sua senha?
Novo usuário?